ROBERTO AMARAL DIZ Vê CLARO USO POLÍTICO DA POLÍCIA FEDERAL NA OPERAÇÃO LAVA JATO

ROBERTO AMARAL DIZ Vê CLARO USO POLÍTICO DA POLÍCIA FEDERAL NA OPERAÇÃO LAVA JATO

Afastado da direção do partido após decidir apoiar a reeleição de Dilma Rousseff, o ex-presidente do PSB Roberto Amaral disse em entrevista ao Broadcast Político ver claramente um uso político da Polícia Federal nas investigações da operação Lava Jato. “Tem alguma inteligência articulando isso (os vazamentos dos conteúdos das delações). Isso prejudica o País”, afirmou.

Veja mais

Do “Petróleo é nosso” ao “Brasil é nosso”

Do “Petróleo é nosso” ao “Brasil é nosso”

A CAMPANHA O Petróleo É Nosso, lançada há mais de 60 anos, uniu políticos, movimentos, intelectuais e personalidades de diversas correntes e acabou vitoriosa graças a essa variedade de integrantes. Seria possível repetir algo parecido hoje no Brasil para enfrentar uma ofensiva conservadora que não se limita a pregar a repartição do pré-sal com companhias estrangeiras, mas também o impeachment, a volta da ditadura, o retrocesso em direitos sociais e trabalhistas? Há quem aposte que sim e prepare o lançamento de uma reação por ora chamada de Frente Nacional Popular.

Veja mais

A propósito do harakiri ideológico do PSB – A miséria da política

A propósito do harakiri ideológico do PSB – A miséria da política

Está nas folhas: o Partido Socialista Brasileiro, que tanto lutou para fixar-se no campo da esquerda, vai fundir-se no PPS, a excrescência reacionária da direita. Transformar-se-ão, os dois, no grande satélite do PSDB, e juntos navegarão na nau dos ressentidos.

Veja mais

Roberto Amaral: A falência do presidencialismo

Roberto Amaral: A falência do presidencialismo

O Brasil vive um parlamentarismo de fato, imposto como golpe de Estado branco, o que vai totalmente na contramão do pronunciamento eleitoral do ano passado, que reafirmou o presidencialismo.

Veja mais

Roberto Amaral: “República é governada por aliança de Globo, Cunha, Moro e Mendes”

Roberto Amaral: “República é governada por aliança de Globo, Cunha, Moro e Mendes”

Um dos quadros mais preparados e comprometidos do velho PSB, foi ministro da Ciência e Tecnologia no governo Lula. Com a morte do líder do partido, Eduardo Campos, no meio da disputa presidencial em 2014, virou presidente do PSB e renunciou quando o partido aderiu à candidatura de Aécio Neves, no segundo turno da disputa.

Veja mais

Roberto Amaral: “país está em um ‘parlamentarismo branco'”

Roberto Amaral: “país está em um ‘parlamentarismo branco'”

Os protestos do dia 15 contra o governo da presidente Dilma Rousseff tiveram mais força em São Paulo, cidade que tem uma já antiga tradição conservadora, conforme destacou Roberto Amaral, cientista político, ex-ministro da Ciência e Tecnologia e ex-presidente do PSB, em conversa com o JB por telefone. A cidade, ele completa, também tem uma tradição anti-getulista, provinciana. Apresenta, contudo, um papel pendular, vide a eleição do petista Fernando Haddad, que derrotou o tucano José Serra em 2012. Para Amaral, o país está agora em um “‘parlamentarismo branco'”, em que os presidentes do Senado e da Câmara atuam como primeiros-ministros virtuais.

Veja mais

A vingança dos coronéis

A vingança dos coronéis

Uma das mais belas características da militância de esquerda, na realidade um dos seus valores mais caros, é a solidariedade. Perseguidos em seus países, ameaçados em sua sobrevivência material ou mesmo sua integridade física, socialistas, comunistas, progressistas em geral muitas vezes puderam contar com a imprescindível ajuda dos seus pares. Outras tantas vezes, foram abrigados por gente simples, trabalhadores pobres, camponeses, ignorantes de quase tudo mas não desse valor universal, que antecede e transcende o embate político: a solidariedade humana.

Veja mais

Roberto Amaral reafirma apoio a Dilma Rousseff

Roberto Amaral reafirma apoio a Dilma Rousseff

[yframe url=’https://www.youtube.com/watch?v=1jH8DTyB9cs’]

Veja mais
// // // // Visitantes Únicos: