Comunicação&política

 

 

2002-vol IX-n 2-C&P 2004-vol 22-n 3-C&P 2004-vol XI-n 2-C&P 2005-vol 23-n 1-C&P 2006-vol 24-n 1-C&P 2007-vol 25-n 1-C&P 2009-vol 27-n 1-C&P 2009-vol 27-n 3-C&P 2010-vol 28-n 2-C&P 2010-vol 28-n 3-C&P 2011-vol 29-n 1-C&P 2011-vol 29-n 2-C&P 2011-vol 29-n 3-C&P

Editor-chefe: Roberto Amaral
Editor: Pedro Amaral

Colégio editorial: Ailton Benedito de Sousa (CEBELA),  Manuel Domingos (UFF), Jocelino F. de Menezes (UFSe), Jorge Wertheín (CEBELA), Luis Gonzaga Motta (UnB). Márcio Girão Barroso (Riosoft), Máximo Masson (CEBELA), Paulo Bonavides (UFCe), Susana de Castro (CEBELA), Theotônio dos Santos (UFF), Valeria Valenzuela (LIA-UFF).

Conselho editorial: Antônio Houaiss (1983-1999). Afrânio Mendes Catani, Ana Arruda Callado, Antônio Albino Canelas Rubim, Armand Mattelart, Ciro Marcondes Filho, Eduardo Diatahy B. de Menezes, Elias Machado Gonçalves, Eliseo Verón, Gabriel Cohn, Geraldo Sarno,  José Carlos Avellar, José Vidal Beneyto, Lúcio Félix Kowarick, Marcos Palácios, Maria Céres Spínola Castro, Mauro Porto, Mônica Bruckmann, Raquel Meneguello, Sérgio Caparelli, Roberto Dias e Wilson Gomes.

In memoriam: Antônio Estevam de Lima Sobrinho, Antônio Carlos Peixoto, Antônio Houaiss, Darcy Ribeiro, Evandro Lins e Silva, Guillermo O’Donnell, Herbert José de Souza  e Leon Hirszmann.

Editores correspondentes no exterior: Diego Portales (Santiago do Chile), Elizabeth Fox (Washington D.C.), Elizabeth Safar (Caracas), Enrique Bustamante (Madri), Giuseppe Richieri (Bolonha), Hector Schmucler (Córdoba), John Keane (Londres), Omar Gonzáles Jiménez (Havana), Leonard Henny (Utrecht), Luis Peirano (Lima), Marco Antônio Rodrigues Dias (Paris), María Eugenia Garcia Raya (Bogotá), Miguel de Moragas i Spá e Miguel Rodrigo i Alsina (Barcelona). Oscar Landi (Buenos Aires), Rafael Roncagliolo (Lima), Robert A. White (Roma),e Guadelupe Teresinha Bertussi (Cidade do México).


Projeto gráfico e Capa: Domingos Sávio
Editoração Eletrônica e Produção gráfica: Imagen & Texto Ltda.

O Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos (CEBELA) é uma sociedade civil sem fins lucrativos e entidade de Utilidade Pública pela Lei n° 3.530, de 09/01/01 , com sede e foro na cidade do Rio de janeiro. Reúne cientistas sociais, comunicadores e intelectuais. Entre seus objetivos estão a promoção de estudos e pesquisas no âmbito das ciéncias sociais, especialmente nas que relacionam comunicação e política, e o intercâmbio e a cooperação entre instituições e profissionais da América Latina.

Comunicação&política é uma publicação quadrimestral do Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos (CEBELA), indexada na base de dados Clase: Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades.

Instituição Publicadora: Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos – CEBELA
Endereço: Rua Hermenegildo de Barros, 29 – Glória – CEP 20.241-040 – Rio de janeiro – RJ
Correio eletrônico do CEBELA: cebela@cebela.org.br
Home page: http://www.cebela.org.br/
Fone: (0xx21) 2224-7529 / 2233-2637 / 2233-2966
Fax: (0xx21) 2252-3710
Data de Início: maio de 1983
Idiomas dos artigos para publicação: Português e espanhol
Distribuição: Assinatura, doação, permuta, venda de números avulsos e acesso on-line.
Formato: 16x23cm
Versão: Gráfica e eletrônica
ISSN: 0102-6925
Classificação Qualis: B Nacional (2005).

 

Textos de Roberto Amaral na Revista Comunicação&política

  • As dificuldades brasileiras para desenvolver projetos estratégicos – Comunicação&política :. link
  • Programa espacial brasileiro: impasses e alternativas – Comunicação&política :. link
  • Da crise de agosto à cadeia da legalidade – Comunicação&política :. link

 

Artigos

A (des) ordem constitucional-administrativa e a disciplina da radiodifusão – análise e (alguma) prospectiva

A contradição pública versus privado e a construção da realidade pelos meios de comunicação de massa

A crise do capitalismo e algumas consequências políticas

A crise política brasileira e a crise da esquerda socialista – procurando alternativas ao impasse

A História ensina a quem quer aprender

A paranóia do soberano – uma inscursão na alma da política

A propósito de O socialismo morreu

A televisão brasileira na transição

Abertura Mercosul – Crise e perspectiva de futuro

Antônio Houaiss, o político

As dificuldades brasileiras para desenvolver projetos estratégicos

As eleições de 2006 e a emergência das grandes massas no processo político

As eleições de 2006 e as massas – uma emergência frustrada

As eleições municipais de 1996 (primeira avaliação)

Ciência&tecnologia, defesa e soberania para a construção de um Projeto Nacional

Cinco desafios da Ciência e da Tecnologia no Brasil Civilização e barbárie

Controle das eleições e informação – o papel dos meios de comunicação de massa

Da crise de agosto à cadeia da legalidade (Notas sobre o golpismo brasileiro)

Da crise política à reforma política – reatualização Lampeduza

De Lídice a Gaza

Democracia, meios de comunicação e eleições

E preciso lembrar para jamais esquecer

Em busca do significado das eleições de 1994 (reflexões sujeitas a chuvas em trovoadas

FHC – os paulistas no poder

Fidelidade a compromissos – dois momentos na tragetória de vida do criador de C&p

Globalização e resistência cultural

Globalización y neoliberalismo

Guillermo O’Donnell

Imprensa e controle da opinião pública

Macrocefalia da comunicação de massa no Brasil – para compreender a televisão brasileira nos 15 anos do Jornal Nacional Meios de comunicação de massa e eleição (um experimento brasileiro)

Monopólio das comunicações e democracia

Nación, cultura y comunicación

Notas visando à fixação de um conceito de Autoritarismo

O caráter nacional brasileiro e o nosso papel no projeto de autonomia da América do Sul

O Estado à deriva

O homem é as suas ações

O novo ciclo político caracterizado pela emergência das massas – o grande legado do lulismo

Políticas nacionais de comunicação e capitalismo, dependente ou não

Ponto de vista – Respostas à globalização

Porque o Brasil precisa de um Programa Nuclear

Pragmatismo e política – a vitória de Sancho Pança

Programa espacial brasileiro – impasse e alternativas

Que reforma, para quê reforma – Uma visão socialista

Resposta à globalização televisão brasileira na transição

Televisão, Imaginário e Inconsciente