Poder imperial não combina com democracia

Poder imperial não combina com democracia

Precisamos de uma presidência forte, legitimada pelo mandato vindo da soberania popular, e de um Congresso no qual os eleitores identifiquem sua vontade “(…) juízes não podem, os juízes devem, em cada caso, fazer o que devem fazer – não o que os outros esperam que eles façam”. Roberto Eros Grau, jurista e ministro aposentado […]

Veja mais

O STF contra a democracia

O STF contra a democracia

Dizem que a Constituição é ‘detalhista’. Foi a vacina encontrada para defender a ordem constitucional de um Poder Judiciário no qual não se confia A Constituição brasileira de 1988 – alquebrada, mas ainda vigente, não obstante o STF, é triste dizê-lo – é muito mais que um código de observância obrigatória. Ela é, a um só tempo, […]

Veja mais

Há 54 anos… A mais longeva ditadura de nossa história

Há 54 anos… A mais longeva ditadura de nossa história

O clima de hoje lembra o vivido nas vésperas do golpe de 1964, que dividiu o país e abriu espaço para a violência. Antes da ruptura, a conflagração Completaram-se, no último 1º de abril, 54 anos da implantação da mais longeva ditadura de nossa história, com todo o seu acervo de tragédias sociais e individuais, e […]

Veja mais

Em momentos de crise, a primeira vítima da casa-grande é a democracia

Em momentos de crise, a primeira vítima da casa-grande é a democracia

Cenário é, perigosamente, de anarquia institucional. É condição para qualquer projeto progressista a unidade das forças populares e de esquerda A prisão do ex-presidente Lula – ilegal, arbitrária, ato de perseguição política -, que chega sem surpresa para os que enxergam um palmo adiante do nariz, encerra um capítulo da Operação Lava Jato e escancara um novo ciclo dentro […]

Veja mais

O STF e o populismo judicante

O STF e o populismo judicante

Há muito tempo o tribunal se apartou da dignidade que seu papel institucional exige Depois da farsa do impeachment, o julgamento do habeas corpus do ex-presidente Lula no Supremo Tribunal Federal. A ministra Cármen Lúcia no lugar do correntista suíço Eduardo Cunha. Nada faltou à sessão do último 4 de abril, nem as manobras regimentais da presidente, […]

Veja mais

Precisamos ingressar na idade da razão

Precisamos ingressar na idade da razão

Aproveitemos o sacrifício involuntário e inesperado de Marielle para refletirmos sobre a tragédia que é a política fluminense O Brasil desmoraliza o impossível: a tragédia nacional se agrava dia a dia, abarcando todos os setores da vida nacional, esgarçando o tecido social, trabalhado pela violência indiscriminada e pela intolerância estimulada, em níveis jamais conhecidos em nossa História. […]

Veja mais

As esquerdas na hora da travessia

As esquerdas na hora da travessia

As forças democráticas não lograrão avanços se não recuperarem a capacidade de mobilização popular Transitar da tragédia grega, do desastre anunciado, independentemente da vontade dos atores, para a ação coletiva orientada, pressupõe organização, liderança e comando. Essa é a forma de evitar que o acaso, o aleatório, seja o instrumento decisivo de “mudança do rumo […]

Veja mais

Para a esquerda, só há solução na democracia

Para a esquerda, só há solução na democracia

A história recente do Brasil mostra que, por aqui, a arma da direita sempre foi o golpe de Estado

Veja mais
// // // // Visitantes Únicos: