Atualização do Calendário de Lutas – Retificação

São Paulo, 18 de Setembro de 2017 

 

Circular 19_2017 – Atualização do Calendário de Lutas – Retificação

Estimados companheiros e companheiras

Pedimos que todos/as levem esse debate para as instancias dos movimentos e coletivos da Frente Brasil Popular, para vermos como encaminhar conjuntamente em todos estados e espaços possíveis

I-  CALENDÁRIO DE LUTAS  UNITÁRIO

1-  Dia 3 de outubro:  JORNADA  NACIONAL DE LUTAS PELA SOBERANIA NACIONAL, contra as privatizações da Eletrobrás, da Petrobras, e em defesa da Amazônia e contra o projeto do governo de acabar com a reserva do RENCA.

Atividades:  realizar passeatas e atos de protestos nas instalações da Eletrobrás e Petrobras em todos os locais possíveis, mas de preferencia em todas as capitais do país (se articular com sindicato dos petroleiros e urbanitários).

No Rio de Janeiro estará ocorrendo entre os dias 1 e 5 de Outubro o 8º. Encontro Nacional do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), que deverá contar com a presença de 4 mil pessoas, as quais participarão do ato no dia 3 de Outubro. Por ser a sede da Petrobrás, o Rio de Janeiro será palco principal desta mobilização, devemos contribuir para que o ato no Rio seja massivo.

Na sequencia, nos dias  4 e 5 de outubro o MST realizará manifestações em todo país pela reforma agraria.

2- LUTA  CONTRA A REFORMA  TRABALHISTA

O Congresso extraordinário da CUT  tirou como iniciativa a elaboração de um projeto de lei de iniciativa popular, que tem como artigos, a REVOGAÇÃO DA REFORMA TRABALHISTA  já aprovada. Vide www.cut.org.br/acao/7-de-setembro-0167/

A CUT já esta coletando assinaturas.  A proposta é fazer campanhas de coleta de assinaturas entre o povo.  O projeto seria entregue no CONGRESSO NACIONAL nos dias prévios ao dia 11 de novembro, com mais de um milhão de assinaturas.  A CUT pede que todos os movimentos contribuam para coleta de assinaturas, e nas sedes estaduais tem os formulários e o projeto.

3- JORNADA NACIONAL CONTRA APROVAÇÃO DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

O projeto dos golpistas deve entrar em votação em meados de Outubro.    Na semana de 16 a 22 de outubro, que possivelmente coincida com o processo de votação, realizaremos  atividades, atos, ocupações no maior NÚMERO POSSÍVEL  DE MUNICIPIOS BRASILEIROS,  fazendo trabalho de base, explicando a gravidade da reforma da previdência nas bases, usando as rádios, panfletos, e pressionando nas prefeituras, câmara de vereadores,  paroquias, etc. Quem puder ir nas capitais, deve ir nas assembleias legislativas pressionar os deputados estaduais, para que pressionam seus federais.

NO DIA DA VOTAÇÃO OU UM DIA PRÉVIO A VOTAÇÃO DA PREVIDÊNCIA,   há duas propostas sendo construídas pelo movimento sindical:

a) Realizar novamente uma caravana com OCUPA BRASILIA.

b) Consultar as demais centrais sindicais para realizarmos uma nova GREVE GERAL.

4- NOVEMBRO

a) 11 de novembro (referência) -Ato em Brasília para entrega do PL de Iniciativa Popular pela revogação/anulação da antirreforma trabalhista (o dia 11, data de entrada em vigor do PL 13.467, cai num sábado, cabendo as centrais definir o momento exato dessa ação ao redor desta data).

b) Dia 20 de novembro: Mobilizações nacionais em defesa do povo negro, dos direitos dos quilombolas, etc

5- DEZEMBRO

Há diversas atividades programadas em torno do dia Universal dos Direitos Humanos, dia  10 de dezembro.

 

II-  ATIVIDADES DE AGITAÇÃO E PROPAGANDA

Em relação às atividades de agitação e propaganda, há diversos eventos e programações, que cada movimento/entidade deve se envolver ao seu modo.

  1. Palavras de ordem para agitação, pichação, etc.

FORA TEMER, DIRETAS JÁ!

ELEIÇÃO SEM LULA É FRAUDE!

NENHUM DIREITO A MENOS!

  1. Participar das caravanas com Lula, previstas ainda para esse ano, no Vale do Jequitinhonha-MG, na região sul do País, e talvez interior de São Paulo.
  1. Realizar vigílias, no TRF de Porto alegre, e outros símbolos do poder judiciário.

Bom trabalho à todos

Saudações

Secretaria Operativa da FBP

// // // // Visitantes Únicos: