O ENCONTRO DE LULA COM INTELECTUAIS

O ENCONTRO DE LULA COM INTELECTUAIS

Discursando por mais de uma hora, Lula abordou tanto a conjuntura internacional quando a crise brasileira, em suas expressões política e econômica, detendo-se em considerações sobre os 12 anos de governo de centro-esquerda, suas conquistas e limitações e os desafios postos ao conjunto das esquerdas brasileiras: resistir ao cerco da direita e avançar na defesa dos interesses dos trabalhadores e da soberania nacional.

Veja mais

Impeachment ou golpe?

Impeachment ou golpe?

O Sindicato dos Engenheiros do Rio de Janeiro, dentro de sua programação ‘Café & política’, realizou, no último dia 21, o debate ‘Impeachment ou golpe’, com palestras do deputado (PT) Wadih Damous, do ex-governador Tarso Genro e de Roberto Amaral.

Veja mais

Diálogo con canciller ecuatoriano Ricardo Patiño

El Foro de Comunicación para la Integración de Nuestra América dialogará con el economista Ricardo Patiño, Canciller de Ecuador, el día lunes 16 de marzo a las 15h00 (hora de Quito; 20h00 GMT), sobre las resoluciones adoptadas por los Ministros de Relaciones Exteriores de los países miembros de la Unión de Naciones Suramericanas (UNASUR) el sábado 14 de marzo; la presidencia pro tempore de CELAC y otros temas de carácter internacional.

Veja mais

Uma imagem vale mais do que mil palavras (provérbio chinês)

Uma imagem vale mais do que mil palavras (provérbio chinês)

A direita permanece sem compreender a consagradora votação que Dilma recebeu dos pobres e daqueles moradores dos mais distantes rincões do país, distantes, pobres e abandonados, faz séculos, pela República governada segundo os interessas dos magnatas da Avenida Paulista, até o advento da saga Lula-Dilma. Essa foto talvez explique o que a insensibilidade dos barões da grande imprensa não lhes permite ver. A foto acima foi tirada por mim, no Alto Solimões, distante dois dias de barco desde Manaus, há menos de uma semana em viagem pela Amazônia e seus rios. A casa de madeira é uma escola, o ônibus é para transportar alunos. Sobre a casa vê-se a rede de fios que leva eletricidade aos confins mais longínquos do país. Percorrendo tanto o Rio Negro como o Solimões, o viajante se depara com casas, modestas, com seu aparelho de televisão identificado pela antena parabólica, e muitas com máquinas de lavar roupa e outros ‘luxos’ que antes só eram permitidos à classe-média urbana. Estacionada junto à residência flutuante, a ‘voadeira’ barquinho com motor de popa que é o ‘fusca’ do ribeirinho.

Veja mais
// // // // Visitantes Únicos: